Postado por : Monik Ornellas

Vivemos num planeta tão multicolorido, multicultural, milhões de línguas, muitos tipos de terra, climas, estados, seres, animais... haja diversidade!

Por vezes fico pensando: Como propagar uma mensagem num ambiente tão diverso? Logo em seguida constato que, por outros meios, em tantos outros lugares a mensagem está sendo enviada. Por meio de outra língua, outra pessoa, quem sabe um grupo delas, mas enviada. E o importante de fato não é quem envia, mas a informação em si.

A informação está no ar. As idéias, das bobas às mais extra-ordinárias estão no ar. As invenções, daquelas que não servem à nada, àquelas que avançam gerações, estão no ar.

É necessário tirar os pés do chão para alcançar esse punhado de nunvem, esse grão de inventividade.

Pensamentos lineares não criam grandes coisas. É preciso ser arrojado, é preciso ver, sentir além, ter um pé lá outro cá. Mas todas as informações estão no ar.

A diferença está em quem primeiro consegue se... linearizar, seria a palavra? "Se colocar no nível de" seria mais apropriado. E qualquer um pode fazer isso, qualquer um.

Algumas mensagens são tão necessárias à humanidade que vemos como elas chegam ao mesmo tempo em lugares tão longíquos e diferentes. Mensagens, obras, músicas, filmes, e todo tipo de inspiração de forma alguma está disponível para privilegiados, basta estar alinhado, sintonizado.

Para inventar é preciso voar. E voar é um atributo humano quando este consegue sair do chão e trazer do Céu para a Terra tudo que ainda não existe aqui.

Alguns alegam não poder voar porque é preciso ser realista, e esquecem que ser realista é também criar novas realidades, não para si mesmo, mas para compartilhar com mundo, mesmo que o mundo não acredite.

Mas, se várias pessoas se permitirem voar e trazer um grão dessa realidade, ela toma força e o mundo como sempre, se rende.

Para isso, é preciso se retirar do mundo e passear por onde poucos andam, embora todos tenham acesso. Buscar uma pérola aqui, umas moedas ali. Alguns perguntariam: Porque não pegar logo tudo? Primeiro, esse é um tesouro que não se carrega sozinho, são necessárias várias mãos. Segundo, ele é inesgotável, logo, não há necessidade de saqueá-lo, ele estará sempre lá. Basta ter a chave de acesso.

Ele é todo nosso, da Humanidade.

Licença Creative Commons

Creative Commons License
Bitola Humana by Monik Ornellas is licensed under a Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://consciencianarealidade.blogspot.com.

Verborragia em ebook, compre já o seu na Amazon.

Verborragia em ebook, compre já o seu na Amazon.
10 frases do dia-a-dia que influenciam sua vida.

Curta!

Mais lidos

Seguidores

Assine o Bitola por E-mail

- Copyright © Bitola Humana -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -