Postado por : Bitola Humana

(clique no título para ouvir o PodCast desse post) 

Não tenho nada, nada contra livros de auto-ajuda, muito pelo contrário, o crescimento desse mercado só demonstra a busca humana pela própria essência, e quando estamos em busca de um caminho que leve a nós mesmos, tudo é válido.

Mas (e sempre tem um "mas"), preciso comentar sobre a crescente demanda de algumas "obras literárias" que tratam de "como NÃO ser você mesmo", ou "como corresponder ao que os outros querem que você seja", ou ainda "como ser aceito".

É claro que tais livros não vem com tais títulos, eles na verdade enumeram regras de conduta para que possamos SER assim, ou assado. Mas ser é, simplesmente SER.

"Porque mulheres... dormem muito e homens comem pouco", "Porque homens gostam de mulheres Asquerosas, (subtítulo: Como se tornar Asquerosa)", "Porque homens usam meia e mulheres meia-calça" e por aí vai. Numa revista vi um artigo sobre "Como ser boa de cama" (nota: a detentora da revista lia o artigo ávidamente!). Obs.: Estes títulos não existem, são somente exemplos parecidos com títulos que estão no mercado.

São tantos guias com tantas regras, ou "dicas" para se sentir o(a) Tal!

A minha pergunta é: Por onde anda a naturalidade? Porque você tem que ser de tal ou qual jeito? Não há um ser humano na face dessa Terra que seja igual ao outro, então, por que tantas regras para uniformizar pessoas que são únicas?

Toda vez que colocamos a expectativa fora de nós, entregamos nosso poder pessoal de bandeja a quem quer que seja, logo, não temos que ser desse ou daquele jeito, temos que ser, NÓS MESMOS!

Tanta gente que não sabe do que gosta, tantas mulheres que fazem malabarismos na cama porque precisam ser "boas de cama", quando só gostariam de ser amadas pura e simplismente sem pré-requisitos de experiência ou desenvoltura. Ah, é uma pena! Tanta forma única de se fazer amor!

Eu gosto de olhar as pessoas e o que vejo são quase robôs, pessoas sem vida, sem paixão. Somos seres de pura singularidade e criatividade, e tem tanto talento guardado por aí que não ganha espaço para vir à tona porque as pessoas estão focadas em ser apenas mais um na multidão!

Respire fundo, olhe no espelho e entre em contato com você, pois só você pode dizer o que quer, o que gosta e como gosta.
Por favor, Descubra o seu jeito. Não seja + 1, seja "The One", seja VOCÊ MESMO!!!

(clique no título para ouvir o PodCast desse post)

2 Responses so far.

  1. Olá amiga Monik. Muito bem colocado, temos que ser nós mesmos não importa se agrada ou não. "O valor de alguém, ou de algo é dado unicamente por você, é pessoal, único, esclusivo." Como sempre vc é dez.
    Beijos

  2. Adorei o post. É bem daqueles que fazer a gente parar e pensar: Bah, será que eu sou eu mesma ou fico fazendo coisas pra que os outros pensem que sou quem não sou?
    Pois é, PARABÉNS!
    Beijin

Licença Creative Commons

Creative Commons License
Bitola Humana by Monik Ornellas is licensed under a Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://consciencianarealidade.blogspot.com.

Verborragia em ebook, compre já o seu na Amazon.

Verborragia em ebook, compre já o seu na Amazon.
10 frases do dia-a-dia que influenciam sua vida.

Curta!

Mais lidos

Seguidores

Assine o Bitola por E-mail

- Copyright © Bitola Humana -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -