Postado por : Monik Ornellas


Ah! Como é bom amar e ser amado! É uma delícia aquele frisson que todo início de história têm, mas quando acaba para onde será que isso tudo vai?

Quando estamos nesse estado de amor-faísca nos tornamos seres pacientes, amorosos, contempladores e totalmente disponíveis de fazer acontecer. Para onde vai tudo isso quando o outro começa a se mostrar um ser humano tão normal e imperfeito como nós?

Dizem que há casais que se mantém apaixonados a vida inteira, eu entendo isso como pessoas que conseguem fazer todas as transições no relacionamento numa boa e em comunhão. Até têm atritos é claro, mas esses não são maiores do que o sentimento que permeia o relacionamento.

Com isso, acho que pelo menos dois fatores andam faltando por aí: base e predisposição às mudanças.

As coisas andam tão rápidas hoje em dia, que não anda dando tempo de sedimentar a relação, criar bases e construir uma história. Sem isso, ao primeiro vendaval qualquer relacionamento desmorona como se fosse um a torre de cartas.

Como podemos viver com uma pessoa 10, 20 ou 30 anos achando que ela sempre será aquela que nos apaixonamos? O próprio relacionamento é em si, um degrau dentro do crescimento humano, saber se relacionar é uma coisa, se relacionar e crescer ao mesmo tempo, é uma arte para poucos.

Acho que essas duas coisas juntas - uma base sólida e saber transcender as mudanças - fazem com que o relacionamento ganhe longevidade criando uma liga consistente.

Mas se ainda assim não der certo, sem essa de se fechar para o mundo. Cada relacionamento é uma história única, se essa será a primeira ou a última é um pequeno detalhe, o que importa mesmo é vivê-lo de forma intensa sabendo que fizemos todo possível para que desse certo.

Não foi? Então a fila anda.

One Response so far.

  1. Isso aí!Bela mensagem!Afinal, vale mesmo é a intensidade com que se vive uma experiência e, sobretudo, deixar-se transformar e e edificar como ser humano, através dessa vivência.
    Se acabou, nunca acaba porém esse processo de crescimento que a gente vive, inclusive, através das relações que temos ( e nelas, incluo todo o tipo de relacionamento - afetivo, de amizade, familiar, profissional...).
    Beijos

Licença Creative Commons

Creative Commons License
Bitola Humana by Monik Ornellas is licensed under a Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://consciencianarealidade.blogspot.com.

Verborragia em ebook, compre já o seu na Amazon.

Verborragia em ebook, compre já o seu na Amazon.
10 frases do dia-a-dia que influenciam sua vida.

Curta!

Mais lidos

Seguidores

Assine o Bitola por E-mail

- Copyright © Bitola Humana -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -