Postado por : Monik Ornellas

Mares, rios, sangue, dinheiro e todo universo à nossa volta está imerso num fluxo contínuo de energia.

Uma das grandes dificuldades humanas é render-se a esse fluxo, bem como aceitar e interagir com os ciclos de criação e destruição que ele nos impõe: energia em movimento, fluida, livre e constante.

A Medicina Chinesa reconhece esse fluxo e o enquadra dentro dos padrões da dualidade sabendo que quando a energia neutra adentra nosso campo pessoal, ela passa para os padrões de bioenergia, se polarizando em yin x yang para servir e abastecer nossos corpos de vitalidade. O pleno funcionamento desse fluxo corporal reflete vitalidade e saúde.

O fluxo de energia está em nosso corpo como em nossa realidade pessoal. Percebemos que alguns setores são muito simples, e conseguimos fluir tranquilamente por eles, enquanto outros se tornam atravancados, cheios de problemas e questionamentos.

Ao longo de milênios nós humanos, nos tornamos especialistas em resistir. Profissionais da resistência.

A resistência faz um trabalho igual ao das barricadas nos rios, ela oprime o fluxo, impede a passagem, cria com congestão de coisas que ganham força e pressão até que por um movimento natural dentro de qualquer fluxo, ela exploda. Não importa o que você pense, ache ou faça, o fluxo tem que continuar.

É dessa forma que acontece em vários setores da vida. Por meio de nossas emoções passamos a resistir em sentir a qualidade das coisas, nos furtando de viver. Medo, dúvida, ansiedade, mágoas são sentimentos que retém uma grande quantidade de energia não só no físico, como no próprio fluxo de manifestação da vida.

É por isso que fala-se muito a respeito da qualidade das crenças: “Se você pensa que pode, então você pode”, por que é sua auto permissão em deixar a vida acontecer que a faz se manifestar diante de seus olhos.

A resistência está tão amalgamada em nosso DNA que se tornou um processo automático no comportamento humano. Primeiro desconfiamos, caso a situação se mostre confiável, muito devagar vamos gradativamente nos tornando receptivos, isso não só com pessoas ou situações, fazemos isso inclusive com a felicidade. Num primeiro momento sempre resistimos à ela.

Se tudo em nosso Universo é feito de energia, inclusive nosso corpo, por que resistir?

Não só a resistência como a classificação que diferencia cada coisa, pessoa ou situação estão em nosso olhar. Somos nós quem atribuímos qualidade e diferença nas coisas. Estamos o tempo todo classificando e diferenciando energia, é essa classificação que dá à ela forma e importância aos nossos olhos.

Esse é um processo muito simples que está à nossa volta de forma imperceptível e poderosa. Damos poder à uma enormidade de coisas simplesmente pelo nosso interesse nelas, imagine aquelas situações que nos afligem! Isso é resistência. Resistir potencializa.

Por isso a importância do processo de liberar. Liberar a si mesmo, liberar sentimentos, pessoas, coisas e o passado. Enquanto não começamos esse processo carregamos todo aquele rio represado e tenso conosco.

O processo de liberação caminha ao lado da necessidade de desapego. Se tudo é fluxo, contínuo e livre para quê prendermos qualquer coisa conosco? Ao fazermos isso, estamos caminhando no contra fluxo da vida criando dor e sofrimento.

O processo de liberar é libertador. Começamos abrindo espaço dentro de nós, permitindo que a luz chegue e ilumine cada canto antes ocupado de coisas que não nos serviam mais. Dessa forma, mais leves e com espaço interno, conseguimos ver e sentir melhor, com mais clareza e nitidez.

O processo de liberação é difícil no início por quê estamos muito acostumados ao ato de resistir, mas depois da primeira sensação de leveza ele vai se tornando cada mais necessário e natural, até que cheguemos ao ponto não só de não carregar nada, como nos tornamos parte do próprio fluxo.

É quando interagimos com o meio fazendo trocas livres, fluindo no dar e receber, sabendo que tudo está perfeitamente de acordo com a beleza do caminho que escolhemos trilhar diariamente.

Renda-se!


Posts Relacionados:


Ângulos do Passado
O Poder da Atenção

Licença Creative Commons

Creative Commons License
Bitola Humana by Monik Ornellas is licensed under a Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://consciencianarealidade.blogspot.com.

Verborragia em ebook, compre já o seu na Amazon.

Verborragia em ebook, compre já o seu na Amazon.
10 frases do dia-a-dia que influenciam sua vida.

Curta!

Mais lidos

Seguidores

Assine o Bitola por E-mail

- Copyright © Bitola Humana -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -