Postado por : Monik Ornellas

Eu tenho certeza que na maioria dos documentários que assisti sobre animais, são os machos que disputam o coração e o direito de usufruir do corpitcho das fêmeas mediante embate  - muitas vezes quase mortais - com outro macho. É bem legal que a maioria dos comportamentos pluri-gâmicos do homem são respaldados pela necessidade animal de ver seu legado à frente, masssssssss, quando se trata de modelos fêmeas, ou ,MULHERES do ponto de vista de quem tem o polegar opositor, a coisa vira do avesso e não há história animal que possa explicar certos comportamentos humanamente femininos.

http://pensar-seasi-mesmo.blogspot.com.br/2011/08/por-que-as-mulheres-sao-tao.html 

É bem normal no mundo animal ver fêmeas dividindo o macho, já na nossa sociedade humana intelectualmente "desenvolvida"....................... o bicho pega!

Em uma época de culto a bunda, os verdadeiros bastidores desse arsenal de mulheres pseudo-resolvidas é o Culto ao "Falo" em tempos de escassez homífera. Daí rola uma guerra feminina de disputa x proteção do "meu homem". É a corrida pelo pênis de ouro!

Essa coisa de briga em relação a homem é um dos muitos exemplos porque mulheres rivalizam em todos os setores: na família, no trabalho, nos relacionamentos, nas amizades e o fazem das mais diversas formas: xingando, dissimulando, fazendo fofoca e intriga, mandinga (tem mulher que adora mandinga gente, sério, essa coisa de "trago seu amor em 3 três dias" não ganhou repercussão à toa) ou só turbinando um "olhar do mal".

Mas porquê, meus Deuses??? Porquê? 
Porque os homens conseguem ser mais honestos e parceiros entre eles 
e as mulheres rivalizam entre si?

Não credito que exista no mundo uma mulher que seja igual a outra, embora é bem comum as próprias mulheres buscarem referências entre si, e sinceramente, acredito que seja isso que as complica. Falta amor e respeito do feminino para com o próprio feminino. Talvez por isso, ainda temos homens que não reconhecem a verdadeira beleza de uma mulher, pois as próprias mulheres não sabem o que isso significa.

O que vemos são mulheres-objeto, mulheres-mãe, mulheres-corpo, mulheres-poder, mulheres-status............. todas co-dependentes de uma identidade que lhes dê a devida referência sobre si mesmas.

Eu entendo essa rivalidade feminina, assim: comentei no post anterior, que nós, mulheres, temos muitas facetas, mas normalmente nos agarramos como um piolho a uma ou duas e ignoramos todas as outras aos quais nosso julgamento repele, mas que nem por isso, deixam de disputar espaço acirrado dentro de nós. Daí o que acontece? Você topa com aquela gata, morenaça, 1,80, pernas torneadas, bundão, peitão olhando pro teto (sem silicone que é pra incomodar mais), cabelos de comercial de TV, sorriso lindo, expansiva....... e na cabeça da mulher-que-baba: Piraaaaaanha!

E a gente daqui fala: Despeitooooooooo!!!!!!

"Noivas em Guerra", me recuso a assistir.

Há um mulherão dentro de cada mulher. Entendo esse aspecto muito mais como a incorporação de uma energia do que de uma forma física, caso contrário, toda gostosa seria um mulherão e sabemos que isso não é um fato. Muitas mulheres se acreditam mulherzinhas, daí quando vêem aquele aspecto interno - trancafiado a sete chaves - andando por aí, querem quebrar o espelho.

Resumindo: a mulher briga com ela mesma. Xinga e quer puxar os cabelos de seus aspectos internos espelhados na amante, na intelectual, na santa, na puta, na ousada, na tímida, na periguete, na tchutchuca, na executiva, na super mãe,  entre muitos outros. Vamos conversar, que o que não falta é aspecto feminino mal  resolvido, eu que o diga!

Ops! Outro fato importante a ser citado é que todas nós queremos ser o centro do Universo! Se não for o universo de um homem, pode ser o de amigos, o da família, o do trabalho.... Mulher tem uma necessidade estranha e absurda por atenção, quando ela consegue isso em algum desses universos, a coisa tende a ficar mais calma em outros setores, mas-porém-contudo-portanto-e-entretanto, quando se juntam duas ou mais que não têm essa "conquista universal", o ringue tá armado.

Láaaaaaa no muito antigamente existiam sociedades de mulheres belíssimas.... só fazendo uma TVP para se entender onde começou essa guerra sutil feminina. Enquanto isso a gente vai se debatendo, esmurrando espelhos, quebrando, entortando e um dia a gente se concilia com eles, ou elas.

Monik Ornellas

Licença Creative Commons

Creative Commons License
Bitola Humana by Monik Ornellas is licensed under a Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://consciencianarealidade.blogspot.com.

Verborragia em ebook, compre já o seu na Amazon.

Verborragia em ebook, compre já o seu na Amazon.
10 frases do dia-a-dia que influenciam sua vida.

Curta!

Mais lidos

Seguidores

Assine o Bitola por E-mail

- Copyright © Bitola Humana -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -